Item adicionado ao carrinho

Item removido do carrinho

 
 
 
 
Ver detalhes

Meu carrinho ({carrinho_nitens} itens)

Você ainda não possui compras em seu carrinho
 

Apostila Prefeitura de Curitiba 2019

  • Disponibilidade: Link para download em até 2 dias úteis. Cd rom em até 7 dias úteis correios.
  • Fabricante:apostilas aprovacao
Escolha o cargo e clique em comprar
R$ 60,00
em até 2x de R$ 30,00 sem juros
  • Calcular frete
  • Indicar este produto
  • Deixar um comentário
  • Formas de pagamento
    • 1xdeR$ 60,00sem juros
    • 2xdeR$ 30,00sem juros
    • PayPalPayPalem até 1x de R$ 0,00 sem juros ou R$ 60,00 à vista
  Mais informações sobre este produto
Apostila para concurso Prefeitura de Curitiba 2019
 Apostila+Plantão de Duvidas com os nossos
Professores por e-mail.
 Apostilas para todos os cargos.
Basta selecionar o cargo no campo acima do
valor da apostila.

//--//
em CD ou por download contempla
conhecimentos básicos e específicos (Teoria)
em arquivos Pdf protegidos separados por tópicos
 de acordo com o último edital publicado.

//--//
Nossas apostilas contém a partir de 1200 páginas.
//--//
Não contem exercícios somente provas gabaritadas
de concursos anteriores da área de atuação.
//--//
Dispomos de dois formatos para a Apostila:
download ou em cd para leitura e impressão
 (sendo a impressão a critério e custo do cliente).

//--//
O material é protegido por direitos autorais,
impossibilitando cópia ou alteração.
//--//
Não é permitida a cópia do material presente no link ou cd.
//--//
A tentativa de cópia danificará os arquivos e o próprio cd.
//--//
 Neste caso, a nossa empresa não promoverá troca ou
 envio de novo material.
//--//
Não há índice geral na Apostila.
//--//
Cada tema é abordado em um arquivo PDF diferente de
acordo com os tópicos exigidos na ordem do edital.
//--//
Concurso público Prefeitura Curitiba 2019 - oferta:
//--//
59 vagas;
//--//
Inscrições pelo site www.nc.ufpr.br a 19/02/2019 até 21/03/2019;
//--//
O valor da inscrição de R$ 70,00, R$90,00 e R$100,00;
//--//
Rendimento inicial: R$ 1.960,92 e R$ 5.514,92+R$ 751,99 e R$ 1.654,47 benefícios;
//--//
Data da prova objetiva: 28/4/2019.
//--//
Edital nº 1/2019 Prefeitura Curitiba
http://portal.nc.ufpr.br/PortalNC/PublicacaoDocumento?pub=670
Edital nº2/2019 http://portal.nc.ufpr.br/PortalNC/PublicacaoDocumento?pub=671
Edital nº 3/2019 http://portal.nc.ufpr.br/PortalNC/PublicacaoDocumento?pub=672
Edital nº 5/2019 http://portal.nc.ufpr.br/PortalNC/PublicacaoDocumento?pub=719
Edital nº6/2019 http://portal.nc.ufpr.br/PortalNC/PublicacaoDocumento?pub=716
Edital nº7/2019 http://portal.nc.ufpr.br/PortalNC/PublicacaoDocumento?pub=717
//--//

Atenção às informações abaixo antes de finalizar a
compra da apostila:

//--//
Não vendemos apostilas impressas, somente apostilas via
 download ou em cd  para leitura em PC e impressão
 para o cliente imprimir se desejar.

//--//
Documentos institucionais e dispositivos legais sugeridos
no edital do Concurso Público são apresentados na íntegra e
 sem comentários em nossas apostilas.
//--//
Estes conteúdos e textos legais também estão disponíveis
na internet, conforme os links mencionados no próprio edital.
//--//
A apostila não deve ser entendida como forma de suprir a
formação do candidato exigida no edital; mas como
instrumento revisional de conteúdos.
//--//
Não enviamos amostras de conteúdo.
//--//
Nossa apostila Concurso Prefeitura de Curitiba
é de acordo com o edital.
//--//
ENVIO DA APOSTILA/CONDIÇÕES:
//--//
Temos duas Modalidades:
//--//
Frete Econômico:
Apostila em CD enviada pelos correios.
Prazo de entrega dos Correios em até 7 dias úteis
após a postagem por meio de Carta registrada
no valor fixo R$10,00.
PAC: Prazo de entrega dos Correios é de até
12 dias úteis seguintes ao da postagem.
Seu produto será enviado assim que
confirmado o pagamento.
Sedex: Prazo de Entrega dos correios para
Capitais de 2 a 4 dias úteis.
Interior 3 a 5 dias úteis.
//--//
Importante:
Caso desejar agilidade na entrega, escolha a opção via sedex.
//--//
Cliente, favor cadastrar corretamente os dados para o envio,
pois, se os correios devolverem, o reenvio da postagem
só ocorrerá mediante ao pagamento do frete novamente.
//--//
No endereço informado há necessidade de ter alguém
para receber a Apostila em Cd.
//--//
Segunda: por E-mail:
Nesta forma de envio, o cliente receberá o link para
download do conteúdo em até 2 dias úteis, após a confirmação
do pagamento e da ciência do cliente sobre as condições da compra.
//--//
Há necessidade de informar um e-mail hotmail ou gmail
para compartilhamento dos arquivos
(Google drive ou Onedrive).

//--//
Face a impossibilidade de devolução do recebimento/conteúdo
e da existência de direitos autorais, esta modalidade não
suporta cancelamento e estorno do pagamento.

//--//
Oferecemos suporte total ao candidato, inclusive,
tirando dúvidas após a aquisição
do material, isto é, durante o período de estudo
para concurso Prefeitura de Curitiba.

//--//
Atenção:
O nosso material é protegido pela Lei dos Direitos
Autorais e possui marca d´água em todas as páginas.
//--//
O prazo de 2 dias não é computado nos
 finais de semana.
//--//
PROVAS DE CONCURSOS ANTERIORES DA ÁREA
COMO CORTESIA:

Em anexo, como CORTESIA, enviaremos um arquivo de
provas gabaritadas da área
 de atuação (do Cargo) já aplicadas em outros concursos
públicos dentre as
diversas organizadoras de concursos públicos e
não são comentadas.
//--//
Nosso foco não é o envio de provas, uma vez, que todas as
provas estão disponíveis nas organizadoras de
concursos públicos, ou seja, na Web.
//--//
E, também, pode acontecer de ter somente uma prova
da área de atuação (do cargo) do próprio concurso já
aplicada ou não ter prova disponível, se for o
primeiro concurso Prefeitura de Curitiba.
//--//
Sendo assim, enviaremos provas disponíveis
de outros concursos.
//--//
Os arquivos das provas são zipados.
Há necessidade de ter instalado na máquina
o programa Winrar
(descompactador de arquivos zipados
).
//--//
Conteúdo da Apostila Prefeitura de Curitiba
referente ao último Edital publicado:
Edital 5/2019 do conteudo:http://portal.nc.ufpr.br/
Edital 6/2019 do conteudo http://portal.nc.ufpr.br/
Edital nº7/2019 http://portal.nc.ufpr.br/
EDITAL Nº 1/2019


CONHECIMENTOS BÁSICOS:
LÍNGUA PORTUGUESA //RACIOCÍNIO LÓGICO //INFORMÁTICA// LEGISLAÇÃO
///
FISCAL: 1. Decreto Municipal 983/2004. 2. LEI FEDERAL º 12.651/2012: Artigo 4º Áreas de Preservação Permanente.
3. LEI MUNICIPAL Nº 1.656/1958: ESTATUTO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS MUNICIPAIS. Direitos e deveres.
4. LEI MUNICIPAL Nº 10.625/2002: Artigos 1º, 5º e 12º, também é importante conhecer os anexos I, II e III. 5. LEI MUNICIPAL Nº 7.833/1991: Artigos 6º, 9º, 62º e 63º.
6. LEI MUNICIPAL º 9.806/2000: Artigos 3º e 43º.  Para o cargo de FISCAL DE OBRAS E POSTURAS:
1. ABNT NBR 9.050/2015: República Federativa do Brasil, http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br. (acessibilidade).
2. Decreto 1.020/2013: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo (regulamenta edificações - acessibilidade).
3. Decreto 1.021/2013: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (regulamenta estacionamento - acessibilidade).
4. Decreto nº 1.066/2004: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (construção de calçada).
5. Decreto nº 1.124/2017: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (Food Truck).
Decreto nº 1.438/2018: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (atualização dos valores dos autos de infração).
7. Decreto nº 176/2017: (artigo 5º inciso II)  Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal de Obras (contenção de cheias).
8. Decreto nº 986/2004: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (construção e conservação de tapumes).
9. Decreto nº 988/2004: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (manutenção de terrenos edificados e baldios).
10. Lei Federal nº 13.146/2015: República Federativa do Brasil, http://www.planalto.gov.br. (Acessibilidade).
11. Lei nº 1.656/1958: ESTATUTO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS MUNICIPAIS. Direitos e deveres.
12. Lei nº 11.582/2005: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo (venda de bebidas em postos de combustíveis).
13. Lei nº 11.596/2005: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (construção e/ou reconstrução de calçada, tapumes e vedação de imóveis).
14. Lei nº 14.634/2015: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (Food Truck).
15. Lei nº 14.794/2016: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (CAPC).
16. Lei nº 14.950/2016: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo, (terreno baldio).
17. Lei nº 29.42/1966: Prefeitura Municipal de Curitiba / Secretaria Municipal do Urbanismo (loteamento).
//
TÉCNICO AGRÍCOLA: 1. Regulamentação do Cargo. Lei Federal 5.524 de 05/11/1968. Decreto 90.922 de 06/02/1985, que regulamenta a Lei nº 5.524/68.
2. Segurança Alimentar e Nutricional. Lei nº 11.346 de 15/09/2006 - alterada pela Medida Provisória nº 870, de 1º de janeiro de 2019 e Decreto nº 7.272 de 25/08/2010.
3. Resíduos Sólidos. Lei Federal 12.305 de 02/08/2010. Lei Estadual 12.493/99. Decreto Estadual 6.674 de 03/12/2002 e Norma ABNT NBR 10.004 - Classificação de Resíduos Sólidos.
4. Rotulagem e Embalagem. Resolução SESA nº 748/2014; IN 09 do MAPA, de 12/11/2002 e Lei Estadual 13.331/2001.
5. Agricultura Urbana. Lei Municipal nº 15.300 de 28/09/2018). Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais  Direitos e Deveres. Lei nº 1656, de 21/08/1958.
6. Legislação pertinente à produção orgânica. Decretos Federais nº 6.323/2007; 6.913/2009; 7.048/2009 e Instruções Normativas do MAPA nº 18/2009;
50/2009; 24/2011; 38/2011; 46/2011; 17/2014 e 18/2014.
//
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS FISCAL DE OBRAS E POSTURAS
1. Legislação e normas sobre acessibilidade: NBR 9050:2015, NBR 16357:2016. Lei Federal n° 13.146/2015.
2. Lei Municipal nº 11.095/2004. Dispõe sobre as normas que regulam a aprovação de projetos, o licenciamento de obras e atividades,
a execução, manutenção e conservação de obras no município.
3. Lei Federal n° 6.766/1979. Dispõe sobre o parcelamento do solo urbano. 4. Lei federal 10.257/2001. Estabelece diretrizes gerais da política urbana.
5. Lei federal n° 8.987/1995. Dispõe sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos. 6. Noções de arquitetura, urbanismo e topografia.
7. Leitura e interpretação de projetos de arquitetura, urbanização e pavimentação.
8. Leitura e interpretação de levantamentos topográficos. 9. Normas de desenho técnico: NBR 6492:1994; NBR 10068:1987.
//
TÉCNICO AGRÍCOLA
1. Características sociais das atividades nas propriedades rurais, sua organização e a assistência técnica;
2. Agricultura Urbana: papel na Segurança Alimentar e Nutricional, desenvolvimento sustentável das cidades;
3. Agroecologia e produção orgânica: características ambientais das atividades peculiares nas
propriedades rurais e áreas urbanas destinadas a produção de alimentos; planejamento de medidas de proteção do meio ambiente e cumprimento das normas ambientais;
4. Solos, noções de fertilidade e adubação: caracterização, manejo e conservação de acordo com suas características; avaliação da fertilidade do solo;
amostragem e interpretação de análises; principais elementos e suas funções; fertilizantes e corretivos.
5. Mecanização agrícola: identificação, descrição, manutenção, operação e regulagens de forma segura e correta de tratores,
colhedoras e implementos agrícolas de manejo do solo, tratos culturais, colheita e armazenamento de grãos;
6. Irrigação e Drenagem: uso e operacionalização de sistemas de irrigação; importância e emprego da drenagem;
7. Noções de doenças e pragas de plantas: manejo de doenças e pragas nas culturas de grãos, espécies olerícolas e frutíferas;
8. Culturas anuais: noções de implantações de lavouras; manejo de lavouras em plantio direto e convencional; espécies utilizadas para adubação verde de inverno e verão;
9. Olericultura: Implantação de hortas; produção de mudas e cultivo de hortaliças de raízes, folhas, tubérculos e frutos; manejo das culturas;
noções de cultivo protegido de olerícolas estufas agrícolas; identificação e uso dos principais equipamentos e ferramentas
destinados aos cuidados com as plantas nas hortas e pomares; 10.Agro industrialização: noções de obtenção, preparo,
conservação e armazenamento da matéria-prima da produção vegetal e de origem animal;
11.Resíduos orgânicos: noções de sistemas de tratamento de resíduos compostagem e biodigestão; desperdício de alimentos.
///
LÍNGUA PORTUGUESA LÍNGUA PORTUGUESA /Aspectos Gramaticais e Ortográficos/Raciocínio Lógico Verbal
//
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
ANALISTA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL
1. Estatística. a. Descrição Visual dos Dados. b. Medidas de Tendência Central. c. Medidas de Dispersão. d. Distribuição de Frequência. e. Correlação Linear.
2. Técnicas de Pesquisa. 2.1 Pesquisa Experimental. 2.2 Pesquisa Descritiva. 2.3 Pesquisa Exploratória. 2.4 Estrutura de Pesquisa. 2.5 Relatórios de Pesquisa.
3. Processos Administrativos e Organizacionais. 3.1 Indicadores de Desempenho dos Processos. 3.2 Integração de Processos na Administração Pública.
3.3 Técnicas de Mapeamento de Processos. 3.4 Procedimentos e Normas Administrativas. 3.5 Implementação dos Processos.
4. Projetos Administrativos. 4.1 Definição do Escopo. 4.2 Definição de Cronograma de atividades. 4.3 Gerenciamento de Custos do Projeto.
4.4 Gerenciamento de Recursos Humanos do Projeto. 4.5 Riscos do Projeto. 4.6 Comunicação no Projeto. 4.7 Gerenciamento das Aquisições no Projeto.
4.7 Projetos de Políticas Públicas. 5. Capacitação de Pessoal. 5.1 Planejamento e Execução dos Programas de Formação. 5.2 Planejamento e Execução dos Programas de Aperfeiçoamento.
5.3 Avaliação dos Programas de Formação e Aperfeiçoamento. 5.4 Programa de Integração do Novo Servidor Público. 6. Planejamento Estratégico.
6.1 Analise do Ambiente Externo e Externo.
6.2 Matriz SWOT. 6.3 Definição de Metas e Projetos Estratégicos, Táticos e Operacionais. 6.4 Elaboração de Planos de Ação.
6.5 Monitoramento das Ações e Resultados do Planejamento Estratégico aplicados a Gestão Pública. 7. Estrutura Organizacional. 7.1 Departamentalização.
7.2 Organização Informal. 7.3 Direção e Tomada de Decisão. 7.4 Centralização, Descentralização e Delegação.
7.5 Sistemas de Controle e Processamento de Dados e Informações. 7.5 Autonomia para aprovação de documentos. 8. Cargos e Salários. 8.1 Descrição de Cargos.
8.2 Avaliação de Cargos. 8.3 Estrutura Salarial. 8.4 Legislação aplicada a Remuneração no Setor Público. 9. Cargos e Carreira. 9.1 Admissão de Pessoal. 9.2 Concursos.
9.3 Movimentação de Pessoal. Evolução na Carreira. 10. Avaliação de Desempenho.10.1 Desenvolvimento de Métodos de Avaliação de Desempenho.
10.2 Tabulação de Dados de Desempenho. 10.3 Promoção Funcional. 10.4 Oportunidades de Crescimento Profissional na Carreira.
11. Compras e Aquisições de Bens e Serviços. 11.1 Análise Comercial e Econômico dos Processos de Compras.
11.2 Avaliação de Propostas de Fornecimento técnica e preços. 11.3 Avaliação da Qualidade dos Produtos e Serviços, Prazo de Entrega e Custos.
11.4 Licitações e as Exigências de natureza legal. 12. Gestão de Pessoas. 12.1 Reabilitação de Ocupacional de Servidores.
12.2 Projetos e Programas de Saúde Ocupacional. 12.3 Riscos Ambientais. 12.4 Análise Profissiográfica dos Cargos.
13. Gestão da Qualidade. 13.1 Sistemas Administrativos. 13.2 Métodos e Rotinas de Trabalhos. 13.3 Método de Análise de Solução de Problemas.
13.4 Ferramentas da Qualidade. 13.5 Modelos de Gestão Pública. 14. Agentes públicos (espécies e classificação, cargo, emprego e função públicos).
15. Licitação pública. 16. Gestão de Compras e de Contratos Administrativos (conceito e características).
17. Lei 1656 /1958. Estatuto dos Servidores Públicos Municipal.
18. Lei 6761/1985. Estatuto do Magistério Público Municipal. 19. Lei Orgânica do Município.
///
ENGENHEIRO AGRÔNOMO
1. Fisiologia vegetal 1.1. Fotossíntese e fotoperíodo das plantas (ornamentais). 1.2. Mecanismo de absorção de nutrientes pelas plantas.
1.3. Métodos de propagação vegetal. 1.4. Poda de árvores e arbustos. 2. Fertilidade do solo 2.1. Capacidade de campo e ponto de murcha permanente.
2.2. Interpretação de análise química do solo. 2.3. Física do solo. 2.4. Química do solo 2.5. Substratos para produção de mudas e germinação de sementes.
2.6. Conservação dos solos. 2.7. Microbiologia do solo. 2.8. Nutrição mineral e orgânica das plantas. 2.9. Compostagem.
2.10. Cultivo em ambientes protegidos e manejo de plantas em estufas e viveiros. 2.11. Identificação e controle e pragas e doenças de plantas.
2.12. Controle de plantas daninhas. 2.13. Climatologia agrícola. 2.14. Irrigação e drenagem. 2.15. Conhecimentos em botânica.2.16. Silvicultura.
2.17. Olericultura. 2.18. Plantas ornamentais e paisagismo. 2.19. Sementes. 2.20. Noções de ecologia agrícola.
3. Estatuto da Cidade. Lei Federal n°10.257/01. 4. Plano Diretor. Lei nº 14771/15.
///
ENGENHEIRO AMBIENTAL
1. Princípios de Engenharia Ambiental: Definição de Engenharia Ambiental. Fundamentos e projeto de Engenharia Ambiental. Identificação e
solução de problemas ambientais. Estudo de impacto ambiental e licenças ambientais. Dinâmica das populações, interações ecológicas,
comunidades e ecossistemas. Dimensões e unidades da engenharia. Separações e Balanço de Materiais. Reações e reatores.
Poluição ambiental. Qualidade, fornecimento e tratamento da água. Tratamento de águas residuais. Meio aquático.
Processos biológicos. Ciclos biogeoquímicos.
Meio terrestre e planejamento urbano. Resíduos sólidos e perigosos. Meio atmosférico, qualidade do ar e controle da qualidade do ar. Poluição sonora.
Desenvolvimento sustentável. Meio ambiente, saúde e riscos ambientais.
Química ambiental. Termodinâmica. Mensuração e sensores para monitoramento de variáveis ambientais. 2. Cálculos de Engenharia: Função real de uma variável real.
Função composta. Função inversa. Limite e continuidade. Derivadas. Regras básicas de derivação. Derivada da função inversa. Derivação implícita.
Regra da cadeia. Regra de l?Hôpital. Concavidade. Inflexão. Máximos e mínimos. Curvatura. Integrais. Integração por substituição.
Integração por partes. Integração por frações parciais. Integração de funções trigonométricas. Aplicações da integral. Introdução às equações diferenciais.
Funções vetoriais de uma variável real.
Cálculo diferencial de funções de mais de uma variável. Probabilidade e estatística. Probabilidade como frequência relativa. Probabilidade condicional.
Eventos independentes e dependentes. Eventos mutuamente exclusivos. Distribuição de probabilidade discreta. Distribuição gaussiana. Média. Mediana. Moda.
Desvio padrão. Coeficiente de Variação. Coeficiente de assimetria. Distribuição acumulada de probabilidades. Análise de dados e informações.
3. Estatuto da Cidade. Lei Federal n°10.257/01. 4. Plano Diretor. Lei nº 14771/15.
//
ENGENHEIRO DE SEGURANÇA NO TRABALHO
1. Ética profissional. 2. Higiene do trabalho. Riscos ambientais. Avaliação e controle de agentes ambientais. Insalubridade. Periculosidade. Ventilação industrial. Riscos químicos. Gases. Vapores orgânicos e inorgânicos. Aerodispersoides. Poeiras. Fumos metálicos. Riscos biológicos. Riscos físicos. Radiações não-ionizantes. Radiações ionizantes. Infrassom. Ultrassom. Pressões normais. Temperaturas extremas. Ruído. Vibração. Iluminação. 3. Técnicas de uso de equipamentos de medição. 4. Tecnologia e prevenção no combate a sinistros. Propriedades físico-químicas do fogo. O incêndio e suas causas. Classes de incêndio. Métodos de extinção. Agentes e aparelhos extintores. Extintores de incêndio. Sistemas de prevenção e combate a incêndios. Brigadas de incêndio. Planos de emergência e auxílio mútuo. 5. Acidentes de trabalho. Conceito técnico e legal. Causas de acidentes do trabalho. Análise de acidentes. Custos dos acidentes. Cadastro de acidentes. Comunicação e registro de acidentes. Definições de atos e condições ambientes de insegurança. Investigação das causas de acidentes. Estatísticas de acidentes. 6. Equipamento de Proteção Individual (EPI). Equipamento de Proteção Coletiva (EPC). Inspeção de segurança. 7. Medicina do Trabalho na empresa. Fisiologia humana. Toxicologia. Doenças profissionais. Agentes causadores de doenças físicos, biológicos e químicos. Primeiros socorros. PCMSO (Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional). BS-8800 (norma inglesa de gerenciamento de segurança ocupacional). OHSAS18.001 (norma mundial que certifica empresas que investem em saúde do trabalhador). 8. PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário). 9. Ergonomia. Princípios da ergonomia. A aplicabilidade da ergonomia. Influência na ergonomia da iluminação, cores, clima etc. Espaços de trabalho. Sistemas de controle. Atividades musculares. Ergonomia e prevenção de acidentes. 10. Transporte, armazenamento, movimentação e manuseio de materiais. 11. Prevenção e controle de perdas. Conceitos gerais. Programa de prevenção e controle de perdas em empresas. 12. Estudo de riscos. Mapeamento de riscos. PPRA. Planos e brigadas de emergência. Análise de riscos. Técnicas de análise. Controle de acidentes com danos à propriedade. Elementos básicos para um programa de segurança. Inspeção de segurança. Sistema de registro de acidentes. Investigação de acidentes. Controle de identificação das causas de acidentes. 13. Responsabilidade civil e criminal. Perícias trabalhistas. 14. Projetos de instalação de segurança. Sinalização de Segurança. 15. Gestão de Segurança e Saúde do Trabalho. 16. Estatuto da Cidade. Lei Federal n°10.257/01. 17. Plano Diretor. Lei nº 14771/15.
///
ENGENHEIRO FLORESTAL
1. Arborização Urbana. Técnicas e métodos para avaliação de árvores de risco na arborização urbana. 2. Avaliação de Botânica e Dendrologia. 3. Climatologia e Metereologia Florestal. 4. Dendrometria e Inventário Florestal. 5. Ecologia Florestal. 6. Elaboração e análise de laudos, relatórios e pareceres ambientais. 7. Entomologia e Fitopatologia Florestal. 8. Educação Ambiental. 9. Fisiologia vegetal. 10. Fotogrametria e Fotointerpretação. 11. Manejo de Áreas Silvestres. Manejo de Bacias Hidrográficas. Manejo Integrado de Pragas. 12. Melhoramento Genético. 13. Paisagismo. 14. Planejamento de Experimentos. Poda e Desbaste. Produção de mudas florestais. Produção de mudas para Arborização Urbana. 15. Recuperação de Áreas Degradadas. 16. Sementes e Viveiros Florestais (seleção de matrizes para coleta de sementes, técnicas e métodos para coleta de sementes. 17. Beneficiamento, técnicas de germinação, armazenamento de sementes, projetos de viveiros, recipientes, substratos, irrigação, nutrição, controle de qualidade, mudas seminais e clonais). 18. Silvicultura. Silvicultura Urbana (técnicas de plantio, coveamento, nutrição, técnicas de poda, remoção de árvores e destoca). 19. Topografia e Sensoriamento Remoto. 20. Unidades de Conservação. 21. Desenvolvimento e análise de projetos. 22. Solos e nutrição florestal. 23. Legislação ambiental: 23.1 Lei Federal n° 12.651, de 25 de maio de 2012.Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória no 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. 23.2 Lei Municipal nº 7.230, de 30 de agosto de 1988.Torna obrigatório o plantio de árvores, arbustos e vegetações rasteiras, nas faixas não edificáveis de fundos de vale. 23.3 Lei Municipal nº 7.833, de 19 de dezembro de 1991.Dispõe sobre a política de proteção, conservação e recuperação do meio ambiente e dá outras providências. 23.4 Lei Municipal nº 9.804, de 03 de janeiro de 2000. Cria o sistema de Unidades de Conservação do Município de Curitiba e estabelece vários critérios e procedimentos para implantação de novas Unidades de Conservação. 23.5 Lei Municipal nº 9.805, de 03 de janeiro de 2000. Cria o Setor Especial do Anel de Conservação Sanitário Ambiental e dá outras providências. 23.6 Lei Municipal nº 9.806, de 03 de janeiro de 2000. Institui o Código Florestal do Município de Curitiba, e dá outras providências. 23.7 Lei Municipal nº 14.587, de 19 de janeiro de 2015. Reestrutura o Programa das Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal ? RPPNM no Município de Curitiba. 23.8 Lei Municipal nº 14.771, de 17 de dezembro de 2015. Dispõe sobre a revisão do plano diretor de Curitiba de acordo com o disposto no art. 40, § 3º, do estatuto da cidade, para orientação e controle do desenvolvimento integrado do município. 23.9 Decreto Municipal nº 26, de 19 de janeiro de 2015.Regulamenta parcialmente o artigo 5.º, inciso IX, da Lei Municipal n.º 9.800, de 3 de janeiro de 2000, no que diz respeito à Área de Proteção Ambiental do Iguaçu, Parques Natural Municipal do Iguaçu, do Centenário da Imigração Japonesa e o Linear do Cajuru e dá outras providências. 23.11 Decreto Municipal nº 246, de 21 de maio de 2014. Regulamenta o artigo 15, §1º, inciso XVII, da Lei Municipal nº 9.800, de 3 de janeiro de 2000, estabelece condições especiais de aproveitamento para os terrenos integrantes do Setor Especial de Áreas Verdes e dá outras providências. 23.12 Decreto Municipal nº 250, de 30 de abril de 2004. Altera e atualiza o Zoneamento Ecológico Econômico da Área de Proteção Ambiental do Passaúna conforme Decreto Estadual nº 5.063/01, regulamenta parcialmente o inciso IX, do Art. 5º, da Lei nº 9.800/00 e dá outras providências. 23.13 Decreto Municipal nº 471, de 27 de outubro de 1988. Dispõe sobre os Parques Municipais e dá outras providências. 23.14 Decreto Municipal nº 473, de 05 de junho de 2008. Define as espécies florestais consideradas como exóticas invasoras para o Município de Curitiba e dá outras providências. 23.15 Decreto Municipal nº 838, de 18 de agosto de 1997. Institui o Relatório Ambiental Prévio no Município de Curitiba. 23.16 Decreto Municipal nº 1.181, de 22 de setembro de 2009. Declara imunes de corte as árvores que especifica e dá outras providências. 23.17 Decreto Municipal nº 986, de 02 de junho de 2017. Dispõe sobre a suspensão da supressão e do corte de araucárias no Município de Curitiba. 24. Licenciamento ambiental 24.1 Lei Municipal nº 7.833, de 19 de dezembro de 1991.Dispõe sobre a política de proteção, conservação e recuperação do meio ambiente e dá outras providências. 24.2 Decreto nº 1.819/211. Regulamenta os artigos 7º. e 9º. da Lei Municipal nº 7.833, de 19 de dezembro de 1991, trata do Sistema de Licenciamento Ambiental no Município de Curitiba e dá outras providências. 24.3 Decreto nº 1051/2018. Dispõe sobre a aprovação de Projetos de Regularização de Lote em Planta de Loteamento, Cadastramento, Unificação e/ou Subdivisão de lotes ou glebas no Município de Curitiba, e dá outras providências Decreto nº 1048/2018. Regulamenta os artigos 25, 26, 27 e inciso III do artigo 44 da Lei Municipal nº 14.771, de 17 de dezembro de 2015, dispõe sobre a destinação de áreas públicas em projetos de cadastramento, unificação ou subdivisão, e dá outras providências.
//
ENGENHEIRO QUÍMICO 1. Indicadores de qualidade da água (superficial e subterrânea). 2. Monitoramento da qualidade de água (superficial e subterrânea). 3. Amostragem de água (superficial e subterrânea). 4. Poluentes atmosféricos (fontes fixas e móveis). 5. Indicadores da qualidade do ar. 6. Monitoramento da qualidade do ar. 7. Processos industriais e a geração de emissões atmosféricas, efluentes líquidos e resíduos sólidos. 8. Técnicas e processos de controle da emissão de poluentes atmosféricos. 9. Amostragem de emissões atmosféricas. 10. Caracterização de efluentes industriais. 11. Tratamento de águas residuárias. 12. Amostragem de efluentes. 13. Reuso da água. 14. Classificação e amostragem de resíduos sólidos. 15. Gerenciamento, tratamento e disposição final de resíduos sólidos urbanos, resíduos industriais, resíduos de serviço de saúde e resíduos da construção civil. 16. Passivos ambientais  diagnóstico, avaliação e técnicas de remediação. 17. Armazenamento e transporte de produtos e resíduos perigosos. 18. Análise de risco como instrumento de gestão ambiental. 19. Sistema de gestão ambiental. 20. Auditoria ambiental. 21. Avaliação de impactos ambientais. 22. Estudos ambientais (EIA/RIMA, RAP, EIV, PCA e PBA, entre outros). 23. Sistema de licenciamento ambiental. 24. Legislações aplicáveis para o licenciamento de postos de combustível no município de Curitiba (Lei nº8.681, de 11 de julho de 1995; Decreto nº 971, de 13 de novembro de 1995; Resolução SEMA nº 032/2016). 25. Indicadores de qualidade do solo (Decreto 1190/2004; Resolução CONAMA420/2009) 26. Tratamento de Efluentes Industriais. 27. Princípios de funcionamento de Equipamentos de Controle Ambiental; 28. Ruídos Urbanos (Lei Municipal 10625/2002). 29. Lei nº 7.591, de 12 de dezembro de 1.990. Proíbe o transporte, o armazenamento, distribuição e a comercialização de combustível que contenha metanol no Município de Curitiba e dá outras providências. 30. Lei nº 7636, de 29 de abril de 1.991: Dispõe sobre a regulamentação do tráfego de veículos de transporte de cargas perigosas no Município de Curitiba. 31. Lei nº 7.833, de 19 de dezembro de 1991: Dispõe sobre a política de proteção, conservação e recuperação do meio ambiente e dá outras providências. 32. Lei nº 7972, de 24 de junho de 1.992: Dispõe sobre o Transporte de Resíduos e dá outras providências. 33. Lei nº 8.681, de 11 de julho de 1995: Dispõe sobre a instalação de Postos de Abastecimento de Combustível e Serviços e cria obrigatoriedade em executar medidas preventivas de proteção ao meio ambiente, especialmente no sistema de armazenamento de combustíveis. 34. Lei nº 9.380, de 30 de setembro de 1998: Dispõe sobre a normatização para o transporte de resíduos no Município de Curitiba. Lei nº 10.625, de 19 de dezembro de 2002: Dispõe sobre ruídos urbanos, proteção dobem estar e do sossego público e dá outras providências. 36. Lei nº 10.785, de 18 de setembro de 2003: Cria no Município de Curitiba o Programada Conservação e Uso Racional da Água nas Edificações  PURAE. 37. Lei nº 11.095, de 08 de julho de 2004: Dispositivos Pertinentes, dispõe sobre as normas que regulam a aprovação de projetos, o licenciamento de obras e atividades, a execução, manutenção e conservação de obras no Município, e dá outras providências. 38. Lei nº 14172/2012, de 07 de dezembro de 2012: Dispõe sobre a proibição do uso, no município de Curitiba, de materiais ou artefatos que contenham quaisquer tipos de amianto ou asbesto na sua composição. 39. Lei nº 6.866, de 09 de julho de 1.986: Dispõe sobre a coleta, transporte e destino de resíduos sólidos hospitalares (lixo hospitalar) e dá outras providências. 40. Lei nº 13509/2010, de 08 de junho de 2010: Dispõe sobre o tratamento de destinação diferenciada de resíduos especiais que especifica e dá outras providências. 41. Decreto nº 1.190, de 14 de dezembro de 2004: Ficam definidos no Município de Curitiba, os parâmetros de referência para qualidade de solo e água subterrânea. 42. Decreto nº 971, de 13 de novembro de 1995: Regulamenta a Lei nº 8.681/1995 quanto às condições das edificações e da proteção ambiental dos Postos de Abastecimento e Serviços. 43. Decreto nº 983, de 26 de outubro de 2004: Dispondo sobre a coleta, o transporte, o tratamento e a disposição final de resíduos sólidos no Município de Curitiba. 44. Decreto nº 989, de 28 de outubro de 2004: Disciplina a atividade de transporte e descarga de concreto e argamassa em obras de construção civil no Município de Curitiba. 45. Decreto nº 1.080, de 05 de Julho de 2011: Aprova o regulamento sobre licenciamento ambiental de cemitérios e estabelece requisitos e condições técnicas, no tange à proteção e conservação do ambiente, em particular do solo e das águas subterrâneas. 46. Decreto nº 1.120, de 24 de novembro de 1997: Regulamenta o Transporte e Disposição de Resíduos de Construção Civil e dá outras providências. 47. Decreto nº 362, de 11 de abril 2018: Estabelece diretrizes e procedimentos para definição de condicionantes aplicáveis aos licenciamentos ambientais, regulamenta neste aspecto os artigos 7º, 8º e9º da Lei Municipal nº 7833, de 19 de dezembro de 1991, e dá outras providências. 48. Resolução SEMA 016/2014: Emissões Atmosféricas 49. Resolução CEMA 070/2009: Dispõe sobre o licenciamento ambiental, estabelece condições e critérios e dá outras providências, para Empreendimentos Industriais 50. Resolução SEMA nº 032/2016: Dispõe sobre o Licenciamento Ambiental, estabelece condições e critérios para Posto Revendedor, Posto de Abastecimento, Instalação de Sistema Retalhista de Combustível  TRR, Posto Flutuante e dá outras providências. 51. Lei nº No. 6.938/1981: POLÍTICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. 52. Lei nº 12.305/2010: institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. 53. RESOLUÇÃO CONAMA Nº 001 de 1986. 54. RESOLUÇÃO CONAMA Nº 237 de 1997. 55. RESOLUÇÃO CONAMA Nº 357 de 2005. 56. RESOLUÇÃO CONAMA Nº 430 de 2011.
Opinião dos consumidores
  • 5 00% | Nenhum voto
  • 4 00% | Nenhum voto
  • 3 00% | Nenhum voto
  • 2 00% | Nenhum voto
  • 1 00% | Nenhum voto
Avaliação geral:0 de 5 estrelas

Este produto ainda não tem avaliações.
Ver todos os comentários sobre esse produto
Nome:

E-mail:

Vazio
R$ 0,00
 Ver carrinho
iSET - Internet, Soluções e Tecnologia - tudo o que você precisar!Visita Apostilasaprovacao.com.br em ShopMania
 
Copyright® Apostilas Aprovação - 2006-2018 - Todos os Direitos Reservados
Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual